O que é miopia?

A miopia ocular, ou visão de curta distância, é a dificuldade de enxergar “de longe” devido a um erro de refração que ocorre no olho, dando a impressão de uma visão embaçada.

Isso acontece porque o processo de enxergarmos é, na verdade, o processo de formação da imagem na retina, que ocorre imediatamente após o feixe de luz atravessar o globo ocular. Quando esse feixe de lux sofre um desvio nesse caminho, provocado pela anatomia diferenciada do olho, a imagem formada na retina é imperfeita, causando a sensação de estar “embaçada”.

Portanto, a miopia está diretamente relacionada ao formato diferenciado do olho.

Tipos de miopia

A miopia é sempre designada como tal, mas pode ser causada por dois fatores: pelo indivíduo ter um globo ocular mais alongado ou pela córnea ser muito curva.

Quando o olho é ou fica mais longo do que o normal, e quanto mais alongado o seu formato, maior o grau de miopia. O comprimento normal do olho humano é de 23mm, e conforme ele vai se tornando mais longo do que isso, o grau de miopia vai aumentando.

Quanto mais o olho se estica, mais a retina, que reveste o interior do olho se torna mais fina. Sintomas como rachaduras, desenvolvimento anormal de vasos sanguíneos sub-retinianos e sangramento podem aparecer.

Quanto mais o olho se estica, mais a retina, que reveste o interior do olho se torna mais fina. Sintomas como rachaduras, desenvolvimento anormal de vasos sanguíneos sub-retinianos e sangramento podem aparecer.

Miopia é grave?

A miopia é um problema de visão muito comum. Segundo estimativa do Ministério da Saúde, a miopia afeta 35 milhões de brasileiros e, segundo a OMS, até 2020, a miopia já terá atingido 50% da população mundial, tendo sua maior incidência em países asiáticos, em particular.

A miopia não causa outros problemas de saúde além da dificuldade de enxergar à distância. O que acontece é que cada pessoa tem a sua própria evolução do grau de miopia que, se não estabilizado, continua a progredir até graus elevadíssimos que, cada vez mais, dificultam a visão.

Nessas situações, o médico oftalmologista pode indicar o uso de lentes diferenciadas para adequar a visão ou até mesmo uma cirurgia. Mas mesmo após a cirurgia, é possível que a miopia continue a progredir.

CID da miopia

O Código Internacional de Doenças (CID10) para miopia é H52.1.

Possíveis complicações da miopia

De acordo com o Conselho Brasileiro de Oftalmologia, 75% dos casos de cegueira seriam evitáveis, sendo suas principais causas a catarata, o glaucoma, e a degeneração macular relacionada à idade (DMRI). Porém, erros refrativos não corrigidos, como a miopia, o astigmatismo e a hipermetropia também aparecem como responsáveis pelo comprometimento da visão, pois podem chegar a graus tão altos que comprometem totalmente a visão.

Mesmo na infância e adolescência, é importante descobrir logo se crianças e jovens têm miopia para não prejudicar seu aprendizado escolar, com a dificuldade de enxergar objetos ao longe, como o quadro e outras leituras distantes. Quanto mais cedo começar a correção da visão, mais retardado será o avanço do grau conforme os anos.