Como diagnosticar miopia

O ideal é que apenas o(a) médico(a) oftalmologista faça o diagnóstico de miopia, pois ele(a) está habilitado a fazer alguns exames, em consultório mesmo, que comprovam essa condição em um paciente.

A consulta com oftalmologista

Na consulta com o(a) oftalmologista, informe se você tem tido dificuldades de enxergar o que está longe e se, na sua família, há pessoas que têm miopia. Como a genética tem alta influência sobre a incidência da miopia, é importante que o médico possa identificar esses possíveis fatores genéticos.

Exame óptico de Snellen

Quando a pessoa se queixa de problemas para enxergar de longe ou de perto ao oftalmologista, ele realiza alguns exames, no consultório mesmo (e sem custo adicional à consulta), para verificar a estrutura do olho e o grau de acuidade visual. Este último é o mais conhecido de todos, e apesar de ter um nome pouco memorável: o exame optótico de Snellen (ou a escala optométrico de Snellen, a tabela de Snellen):


Imagem: Wikipedia

Observe que essa tabela tem uma série de linhas, cada qual com alguma quantidade de letras em certos tamanhos.

No consultório do(a) oftalmologista, nós sentamos em uma cadeira de frente para essa tabela, que fica a alguma distância, justamente para avaliar quão de longe conseguimos enxergar.

O(A) oftalmologista então nos pergunta até que linha conseguimos enxergar bem, lendo as letras em voz alta para ele(a).

Quando chegamos em uma linha que não conseguimos ler (e isso pode acontecer já na primeira, conforme a pessoa tem um grau mais alto de miopia), o(a) médico(a) coloca um óculos especial nos nossos olhos. Esse óculos contém lentes de variados graus e ele vai trocando-as conforme dizemos se as imagens no cartaz ficam mais ou menos nítidas.

Cada olho é testado separadamente porque é muito comum que um olho enxergue melhor do que o outro, e cada um terá uma prescrição diferente para as lentes do óculos que será encomendado depois.